História da (re) territorialização dos sergipanos no “Norte Novo” (Paraná, 1970)

Janaina Cardoso Mello, Sandra C. A. Pelegrini

Resumo


O artigo trata das (re)territorialização ou das migrações de sergipanos para a região do Norte Novo do Paraná durante a década de 1970. No momento em que o processo de incentivo à industrialização urbana se acentua em Sergipe e impulsiona áreas como a capital Aracaju, atraindo fluxos migratórios internos, alguns sergipanos fazem a opção por um fluxo migratório de longa distância
buscando as novas oportunidades da diversificação econômica do sul. Os dados dos censos do IBGE, IPEA, SUDENE, dentre outros, localizados em bibliotecas, arquivos e institutos do Paraná e de Sergipe, auxiliam nos procedimentos de constituição de uma demografia histórica ainda pouco expressiva na historiografia sergipana. Ao acompanhar a trajetória dos migrantes, saindo das informações generalizadas, reforça-se a memória de nordestinos que ajudaram a construir o sul do país.


Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


http://www.latindex.unam.mx/buscador/ficRev.html?opcion=1&folio=8807

http://www.sumarios.org/revistas/revista-do-instituto-hist%C3%B3rico-e-geogr%C3%A1fico-de-sergipe