Aracaju no Tempo do Bonde: entre História e Ficção, 1908–1950.

Amâncio Cardoso dos Santos Neto

Resumo


Este artigo analisa diversas fontes históricas para compreender as mudança nos usos e costumes provocadas pelos bondes em Aracaju durante as primeiras décadas do século XX, bem como examina a importância desse meio de transporte quanto às mudanças no tráfego; tipos de tração; preço de passagem; linhas; percursos; usos e costumes; queixas e acidentes. Ademais, o texto apresenta algumas representações do vetusto veículo nas obras de ficção e memorialística, conforme as diversas abordagens ou tons: lírico, saudosista, realista, sarcástico e irônico. Neste sentido, foram consultadas fontes de diversas naturezas, tais como jornais, relatórios de governo, estatísticas, obras literárias, memórias, crônicas e testemunhos orais. Quanto às fotografias aqui expostas, elas servirão apenas para ilustrar a narrativa sobre o período e o tema em apreço.

Texto completo:

PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


http://www.latindex.unam.mx/buscador/ficRev.html?opcion=1&folio=8807

http://www.sumarios.org/revistas/revista-do-instituto-hist%C3%B3rico-e-geogr%C3%A1fico-de-sergipe